Gluten

Se você já ouviu falar de intolerância ao Glúten, mas não sabia muito bem do que se tratava, nós explicamos.

Essa é a chamada doença celíaca. As pessoas que sofrem com o distúrbio são os celíacos e devem evitar consumir alimentos com essa proteína, pois ela dificulta a absorção de nutrientes, vitaminas, sais minerais e água pelo organismo. Isso acontece porque há uma inflamação da mucosa dos tecidos do intestino e dos órgãos em volta.

Sua origem é familiar e leva à intolerância e inflamação do órgãos do sistema digestivo. O glúten é uma proteína comum no trigo, no centeio e na cevada, sendo digerida com dificuldade na parte alta do trato gastrointestinal. A gliadina é um de seus componentes que contém a maior parte dos componentes nocivos à saúde.

gluten doenca celiaca

Os principais sintomas da intolerância ao Gluten

Emagrecimento intenso, cabelos quebradiços e sistema imunológico frágil são alguns dos principais sintomas evidenciados pelos celíacos. Outras pessoas que possuem alergia leve ao glúten também podem apresentar inchaço e má digestão.

Como diagnosticar doença celíaca

Inicialmente, é indicada a realização de exames clínicos, como uma endoscopia ou até mesmo uma biópsia do intestino, que vai verificar o que está fazendo com que ocorra a inflamação. Posteriormente, é feita uma dieta livre de glúten, para identificar possíveis melhoras dos sintomas apresentados. Caso a doença celíaca seja diagnosticada, o único tratamento possível é justamente a dieta livre de glúten.

Evitar o glúten, emagrece mesmo ?

Muitas pessoas aderem a dietas livres de glúten com o objetivo de intensificar a perda de peso. Alimentos com glúten fazem com que a liberação de insulina pelo pâncreas seja maior, absorvendo mais calorias. A ausência da proteína ainda acelera o metabolismo, favorece a eliminação do excesso de líquido e diminui a quantidade de toxinas do organismo.

Alimentos que não contém glúten

  • Cereais: arroz, milho, painço e os pseudocereais, como a quinoa, o amaranto, o trigo sarraceno;
  • Farinhas e féculas: farinha de arroz, amido de milho ( tipo maisena ), fubá, farinha de mandioca, fécula de batata, farinha de soja, polvilho, araruta, flocos de arroz e milho.
  • Massas: feitas com as farinhas permitidas;
  • Verduras, frutas e legumes: todos, crus ou cozidos;
  • Laticínios: leite, manteiga, queijos e derivados ( se não houver intolerância à lactose ).
  • Gorduras: óleos e azeites;
  • Carnes: bovina, suína, frango, peixes, ovos e frutos do mar;
  • Grãos: feijão, lentilha, ervilha, grão-de-bico, soja;
  • Sementes oleaginosas: nozes, amêndoas, amendoim, castanhas da Amazônia e caju, avelãs, macadâmias, linhaça, gergelim, abóbora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook


Informações úteis

Para saber novos métodos de emagrecimento, receitas fitness e naturais. Acesse e confira o Portal Guia Dieta