Oleo de Cartamo

Para aqueles que não acham suficiente o tanto de alimentos que supostamente ajudam na hora de manter a forma, eis que surge um novo aliado para engrossar as fileiras dos produtos naturais emagrecedores: o Óleo de Cártamo.

E olha que isso pode mesmo ser verdade, já que estudos indicaram que o óleo de Cártamo (Carthamus Tinctorius) além de ser um poderoso antioxidante, possui substancias que forçam o organismo a queimar as reservas de gordura já existentes, evitando o acúmulo de mais gordura.

Óleo de Cártamo

Atuando diretamente sobre a enzima LPL (Lípase Lipoproteica), o óleo de Cártamo impede essa proteína de transferir a gordura presente no sangue para dentro das células adiposas (células responsáveis pelo acúmulo de gordura no corpo). Sendo assim, os nutrientes presentes no óleo conseguem obrigar o organismo a fazer a Lipólise, ou seja, queimar o estoque de gordura já existente para gerar energia para o funcionamento do corpo.

Resumindo, já podem festejar, por que o óleo de cártamo emagrece sim.

oleo-de-cartamo-emagreceContra Indicações do Oleo de Cartamo

Além dos benefícios relacionados ao processo de emagrecimento, o óleo de Cártamo possui propriedades anti-inflamatórias, contribui para a melhora do sistema imunológico e causa o aumento do colesterol bom (HDL), além da diminuição do colesterol ruim (LDL). Com isso, diminui-se o risco do surgimento de doenças cardiovasculares como, por exemplo, a arteriosclerose.

Oleo de Cartamo em CapsulaApesar de não existirem relatos de efeitos colaterais decorrentes do uso do óleo, recomenda-se evitar seu consumo entre gestantes, mulheres que estejam amamentando, crianças e diabéticos.

ANVISA

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) classifica o óleo de Cártamo como suplemento alimentar e não como um produto emagrecedor. Mas mesmo sendo visto dessa forma, não deve ser consumido a vontade, sem a orientação de um médico e nutricionista. Por isso é bom ter cuidado na hora de introduzir o óleo em sua dieta.

Sua venda é feita em frascos para o consumo in natura (pode substituir o azeite e outros óleos normalmente utilizados no preparo de refeições e saladas) e no formato de cápsulas (a embalagem deve ser identificada como suplemento alimentar) sem ter adição de qualquer tipo de componente emagrecedor (no máximo acrescido de Vitamina E).

Vale lembrar também que, para se obter todos os benefícios prometidos pelo óleo, é necessário associar seu consumo a prática regular de atividades físicas.Capsula de Oleo de Cartamo